segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Ler também é um ato de amor

 Quando um professor planeja uma atividade ele sempre imagina quais serão os resultados e na grande maioria das vezes os alunos o surpreendem. 

 Com meus pequenos não foi diferente. Além de  surpreenderem, emocionaram, me fazendo (re) acreditar que nós somos seres constituídos de amor, ainda que nos percamos pelo caminho...

 Bom, a atividade foi a Maleta da leitura

                                            

 Coloquei na maleta um livro que tinha ligação direta com o projeto da escola " Eu no mundo". 


         

 O livro conta sobre família e amor, através de uma vovó que compartilhava segredos antigos com sua netinha. 

 Como da primeira vez, as crianças tinham que adivinhar qual era o segredo da leitura e depois de algumas dicas um aluno descobriu.

 Iríamos, então, visitar o asilo de nossa cidade.

 Meu objetivo principal era que eles se reconhecem como cidadãos, capazes de fazer a diferença, com  uma identidade.

 Como?

 Dividindo um pouco do que eles têm com aqueles que precisam.  Nesse caso, seu tempo, presença e carinho com os idosos que já não têm mais a família.

 Perto da visita trabalhamos os direitos dos idosos, expliquei como era a situação do asilo (para que não ficassem muito chocados), fizemos cartinhas, conversamos, escrevemos sobre nossas avós e avôs e ensaiamos uma música para dançarmos, tudo com muito carinho.

 Eles escolheram os livros que mais gostavam para ler para os vovôs. Seriam seus netinhos por um dia!

 A ansiedade era enorme, de todos. Cheguei a pensar se havia sido uma escolha certa, eram muito pequenos, podiam ficar impressionados...

 Mas todos os pensamentos foram embora durante a visita. 

 A psicóloga nos recebeu, tirou dúvidas e nos apresentou todo o espaço e  os idosos, depois deixei-os livres para conhecê-los melhor.

  


 As palavras já não cabem aqui, mas espero que pelas fotos vocês possam acreditar que as crianças, no sentido mais genuíno da palavra, não tem rótulos, nem preconceitos, são realmente ingênuas, mas infelizmente a vida lhes cobra outra postura...


                            


  

           
               
                   
                         
                             
                         
                             
                      

 Trabalhei conteúdos importantes através do livro, como acentuação e uso da letra maiúscula, mas tenho certeza de que a lição maior ficou guardada no coração deles, assim como no meu.

                      

                       E isso é seguir Num constante aprendizado!!!

                                                  Até mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário