terça-feira, 26 de abril de 2016

Gráficos e tabelas de forma contextualizada


 E vamos falar sobre família! Todo ano esse tema se repete em nossos planejamentos, mas a ideia aqui é aproveitar a realidade dos alunos para construir conceitos matemáticos.

 O livro escolhido para a semana foi esse:


                               


 Ele trata das diferenças entre as famílias e aborda temas como a desigualdade social, trazendo boas discussões para a sala de aula.

 Sempre exploro a leitura, com análise, ortografia, produções e etc.

 Mas essa leitura serviu de base para a construção de um gráfico também.

 Primeiro enviei uma pesquisa para casa.

       


 No outro dia, cada um apresentou sua pesquisa para os colegas. Ótimo momento para desenvolver a oralidade.

 Conforme as crianças apresentavam eu anotava no quadro as atividades que eles realizavam com a família. 

                                


 Depois de tudo anotado, fomos para a votação. Eu perguntava quantas crianças jantavam junto com a família, contávamos e anotávamos as respostas. Eles registravam tudo no caderno.

                              


 A turminha já está acostumada a fazer gráficos pequenos, mas como esse tinha mais dados preferi digitar.

 No dia seguinte a atividade foi olhar as anotações da aula anterior e pintar o gráfico, nessas atividades incentivo sempre a autonomia. 


                           


 Fizemos a interpretação oral do gráfico, a parte escrita deixei para colocar na avaliação deles. Não sou de postar modelos de avaliação, mas sempre procuro fazê-las de forma integrada e contextualizada.

  Essa foi umas das avaliações do 1º bimestre,  o tema foi família.

                             


  



                        


     A contextualização torna a aprendizagem mais significativa e o que tem significado e importância a gente não esquece!

Espero que gostem das ideias e possam aproveitá-las! Até mais!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário