sábado, 31 de outubro de 2015

Multiplicando com os três porquinhos


 Essa sequência que vou compartilhar hoje, de comparação de versões da mesma história, é a adaptação da ideia de uma colega do Pacto. Sempre achei muito bom trocar experiências, isso enriquece nossa prática.


                                          



 Meu objetivo principal  era iniciar o conceito de multiplicação no 2º ano, por isso escolhi a história dos três porquinhos, mas pude trabalhar muitos outros conteúdos.


 Depois da nossa primeira leitura pedi para que as crianças produzissem um texto seguindo a mesma estrutura da história lida, porém com outros animais em seus devidos ambientes, fixando o conteúdo de Ciências que já havia sido trabalhado. O resultado foi muito bom!

Esse aluno é alfabético, produz seus textos sozinho. Nesse corrigimos a utilização da letra maiúscula,
as questões ortográficas estão em desenvolvimento.


 Nem todos os alunos conseguiram estruturar o texto dessa forma, mas todos inventaram, escreveram e compartilharam suas ideias com a turma.

 Então partimos para a multiplicação, assim sem folhinhas, sem tabuada, sem "pontinhos sobre a matéria". 

 Conversamos sobre cada porquinho fazer uma casa e sobre o total de casas ser 3. Mas.... E se os porquinhos tivessem mais dinheiro e cada um fizesse duas casas? E se eles estivessem com disposição e cada um fizesse 5 casas? Assim 3x1, 3x2, 3x5. Começamos pela multiplicação por três. 

 Depois foi só fazer o registro no quadro e fixar com alguns jogos e exercícios durante as aulas seguintes. Muitos alunos entenderam logo o que era multiplicar, compreendido o conceito, o restante ficou mais fácil.

 Mas ainda não tinha acabado. Na mesma semana li esse livro com eles:

 



Aqui o lobo conta a versão dele dos fatos, dizendo que ele não é mau... Isso é culpa da mídia. Ele só estava resfriado e queria uma xícara de açúcar e quando foi buscar com os porquinhos, espirrou e a casa caiu...


 Mais uma oportunidade para produção de texto: Em quem você acredita? No lobo ou nos porquinhos?  


 Foi a primeira vez que a Manu escreveu sem mediação!



Shay foi uma das poucas crianças que acreditou nos porquinhos.

Esse rapaz escreveu seu texto opinativo muito bem, alfabético, testa as hipóteses ortográficas.

 Mais uma vez foi a hora de compartilhar as ideias entre eles. Para fechar a semana cada um fez seu fantoche.




Criança está na escola para aprender conteúdos! Ouvi isso essa semana e concordo plenamente, mas sabemos que há formas e formas de ensiná-los. 


 Essa é a minha! Espero que gostem e possam aproveitar essa troca! 




Até mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário